Como escrever bem na redação do Enem?

Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será realizado nos dias 26 e 27 de OutubroSegundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o Enem 2013 contabilizou 7.834.024 milhões de inscritos. 

O exame é realizado em dois dias: no primeiro são 90 questões distribuídas nas áreas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias, já no segundo são 90 de Linguagens e Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, seguido por uma redação-argumentativa. Esse gênero textual possibilita que o estudante construa uma tese inicial e a defenda diferentes pontos de vista ao longo do texto.

Muitos dos candidatos sentem dificuldades ao redigir a redação. Pois, é necessário propor uma solução para um problema apresentado no tema. O que se espera do estudante é informação e criatividade para criar soluções, além de habilidade para defender seu ponto de vista. Essa peculiaridade exige uma leitura atenta do noticiário para aguçar o poder de crítica. 
   
Veja o tema de redação e faça uma leitura cuidadosa da prova 

Essa é a principal dica e vai influenciar todo o seu desempenho. Leia e releia a proposta e os textos de apoio. Dê uma lida também nas questões da prova. Pode ser que alguma informação ajude no tema da redação. Atenção: essa etapa é essencial para que você não fuja do tema.

Elabore o projeto de texto e escolha uma tese

Esse é o momento em que você deve escolher a sua abordagem e os argumentos que usará para defender sua tese. Separe as ideias principais sobre o assunto em um rascunho. Na tese, escolha um tema que você domine para argumentar e expor o seu ponto de vista.

Faça a primeira versão do texto
Nessa etapa do rascunho, preocupe-se com o conteúdo e não com a gramática. Foque sua atenção para organizar os argumentos da melhor forma. As ideias devem fazer sentido e devem estar ligadas entre si. Um texto bem amarrado valoriza a sua argumentação e fará com que o corretor não se sinta confuso ao lê-lo.

Aprenda o passo a passo de uma boa redação:




Saiba mais sobre a conclusão: 
Imagine que a redação deste ano irá abordar a questão da violência no transito. O ideal é que os candidatos discutam as causas e também as conseqüências do problema e como ele por ser minimizado. Além disso, devem apontar os principais responsáveis e distribuir, de maneira equilibrada, soluções conjuntas entre os setores da sociedade.
Na prática a conclusão poderia ser assim: O papel do governo, por exemplo, é criar leis e punições mais severas para esse crime. Já o das escolas é ensinar o respeito e a civilidade no transito. Além disso, a mídia deveria promover campanhas mais eficazes e impactantes sobre o assunto.
A conclusão é a parte da prova que vale 200 pontos. Para obtê los, os candidatos devem exercer não só a capacidade de argumentação, mas também questões de cidadania e igualdade.
 Acredite. Idéias vagas e os velhos clichês não são indicados. Veja: O governo federal deveria, ou a sociedade deveria se conscientizar... Não faca isso, pois se adequaria em qualquer tema, mostrando despreparo do aluno. Mostre que você sabe do assunto.

 A nota final da redação do Enem, que vale 1000 pontos, é dada a partir da avaliação de cinco competências, que podem valer até 200 pontos cada. Confira quais são elas:
 
Competência da Redação/ENEM
Saiba como a redação será corrigida:


Dicas:

Não faça períodos muito longos, prefira sempre frases simples, pois elas dão clareza ao texto;
Não crie estruturas sintáticas incompletas;
Não use marcas de oralidade, como gírias, por exemplo, e nem trechos de receita de macarrão instantâneo e hinos de time de futebol;
Não use um mesmo argumento repetidas vezes;
Não recorra a clichês quando fizer sua proposta;
Esqueça expressões como "eu acho", por exemplo;
Jamais desrespeite os direitos humanos;
Faça um roteiro sobre o tema. Ajuda a ter foco na hora de criar a proposta;
Use sinônimos para não repetir palavras;
Use a norma culta. Uma das cinco competências da redação avalia o rigor gramatical;
Use um titulo para a sua redação, mesmo não sendo obrigatório. Segundo professores especialistas na prova, é parte importantíssima da avaliação. Mas só faca isso quando concluir a redação. E não criar o título com palavras estrangeiras, clichês e chavões.
Fazer primeiro a redação, e só depois o questionário.

Essa será a sua folha de redação. E você poderá redigir em até 30 linhas e no mínimo 7. Escreva com letra legível. Cuidado ao separar as palavras no final de cada linha, usar sempre o hífen ( - ).

Visiste os links abaixo para mais informações:
Enem/Inep
Brasil Escola

Acesse também:

G1

Jornal Hoje



Share on Google Plus

Sobre Lucas Almeida

Lucas Almeida, 20, cearense, é estudanste de jornalismo. Tem interesse em Assessoria de Imprensa, Web Jornalismo e Audiovisual. Criou o blog Papos da Raposa com a finalidade de ajudar estudantes de jornalismo através de artigos, dicas, entre outras categorias.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Ótimas dicas, querido. Será que é melhor mesmo redigir a redação primeiro e depois a prova? tenho medo sabe, vai que nao da tempo..... beiiijos, obrigadinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Então, sugiro que você, realmente, faça primeiro a redação, pois a mesma tem um peso maior na sua nota final. E outra, questões de múltiplas escolhas você pode deduzir a certa ou a errada, mas a redação não.

      Antes de começar a redação, leia atentamente a proposta, confira as questões, veja se as mesmas têm algum sentido, envolvimento com a proposta... E só depois, escreva. Saiba, isso não deverá ultrapassar o limite de 10 a 15 minutos. É muito importante você ter a ciência que o tempo é chance de acertar mais questões.

      Boa prova!!!

      Excluir
  2. Gostei das dicas. Você fez a redação do ano passado? Como foi?

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo no Blog Papos da Raposa. Ah, e obrigado pelo o comentário. Volte sempre!